Gestores do transporte participam de visita ao Vale do Silício

 

Gestores do transporte participam desde domingo (2) da Extensão Internacional Vale do Silício 2018, iniciativa promovida pela CNT, pelo SEST SENAT e pelo ITL, e organizada pela HSM, que consiste em visitas técnicas ao tradicional polo de inovação e tecnologia na Califórnia, Estados Unidos. O evento, que vai até quinta-feira (6), faz parte do projeto Inovação e Tecnologias Exponenciais para a Transformação do Setor de Transporte. Três outros encontros com a mesma temática já foram realizados, em São Paulo, e o último está previsto para ocorrer em novembro, também na capital paulista. No total, 34 gestores e empresários do setor participam do projeto.
A intenção da extensão internacional é fazer com que a comitiva conheça as principais inovações e tecnologias que podem ser incorporadas ao setor e visitem as sedes dos grandes players internacionais relacionados ao tema. Neste domingo, os gestores participaram de uma palestra com o fundador e CEO da Mediar, empresa mineira que se estabeleceu no Vale do Silício em 2008 e desenvolveu uma plataforma que usa análise de dados e algoritmos para prover serviços de previsibilidade de vendas em varejo e incrementar os modelos de logística e distribuição conectados.
Hoje os gestores participam de apresentação do Managing Director da Flixbus, empresa que desenvolveu uma combinação de startup de tecnologia, plataforma de e-commerce e empresa de transporte sustentável. A fundadora e CEO da Bay Brazil, organização sem fins lucrativos que conecta e estimula negócios entre empresas americanas e brasileiras, também fará uma palestra nesta segunda-feira.
A comitiva participa ainda de palestra do Country Manager da Foxtrox Systems no Brasil, que mostra como uma empresa com menos de 50 funcionários está revolucionando o mercado global de last mile ao aplicar data streams e algoritmos em tempo real para otimizar continuamente as rotas dos seus clientes. Outra etapa da visita é a ida a San Jose, para assistir à uma apresentação na SiliconHouse sobre um segundo componente fundamental das empresas inovadoras: a cultura interna. Na ocasião, os gestores terão acesso saberão como a cultura organizacional da Netflix é usada para potencializar resultados exponenciais.
“Esses encontros são importantes para conectar os transportadores brasileiros com o que há de mais moderno e inovador no mundo. Mergulhar nessa combinação de conhecimento, capital financeiro e ousadia faz com que gestores tenham uma compreensão mais ampla e precisa das mudanças exponenciais que a revolução tecnológica está provocando e promovam, assim, a modernização das empresas brasileiras”, afirma o presidente da CNT, Clésio Andrade.
Fonte: CNT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *